Desempenho, características de carcaça e composição química de diferentes cortes comerciais de novilhas mestiças não-gestantes ou gestantes terminadas em confinamento - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i4.1010

Lívia Maria Araújo Macedo, Ivor Martin do Prado, Taciana Ducatti, Juliana Martin do Prado, Makoto Matsushita, Ivanor Nunes do Prado

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito da gestação sobre o desempenho, características de carcaça e composição físico-química de cinco cortes de novilhas mestiças em confinamento. Utilizaram-se cinco novilhas gestantes e cinco não-gestantes com 20 meses e peso corporal de 323 kg. Não houve diferença (p > 0,05) para peso final, ganho médio diário, consumo, conversão alimentar, peso de carcaça, rendimento de carcaça, área de olho de lombo e espessura de gordura de cobertura entre os tratamentos. O acém das novilhas gestantes teve maiores teores (p < 0,05) de umidade e cinzas e menor (p < 0,05) de lipídios totais. A alcatra das novilhas gestantes teve maior (p < 0,05) teor de umidade. O contrafilé das novilhas não-gestantes apresentou maior (p < 0,05) teor de umidade. O acém das novilhas gestantes apresentou maiores teores (p < 0,05) de 14:0, 16:1n-7 e 20:4n-6 e maior de 17:0. O coxão mole das novilhas não-gestantes apresentou maiores teores (p < 0,05) de 18:1t11 e 18:2c9t11. O acém das novilhas gestantes apresentou maior percentagem (p < 0,05) de AGPI. As novilhas não-gestantes apresentaram maiores níveis (p < 0,05) de ácidos graxos da família n-6. O contrafilé das novilhas gestantes teve a maior percentagem (p < 0,05) de n-3.

Palavras-chave


ácidos graxos; carcaça; carne; desempenho; gestação; novilhas

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v29i4.1010





ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY