Utilização de promotores de crescimento para frangos de corte em rações fareladas e peletizadas - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i2.219

Letícia Lorençon, Ricardo Vianna Nunes, Paulo Cesar Pozza, Magali Soares dos Santos Pozza, Mathias Djalma Appelt, Wagner Thiago Mozer DA Silva

Resumo


Avaliou-se o efeito da suplementação de dietas com diferentes promotores de crescimento sobre o desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte de 1 a 42 dias de idade. Foram utilizados 576 pintos da linhagem Cobb 500, machos, alojados em cama reutilizada, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 3 (forma física da ração x diferentes promotores de crescimento), totalizando 6 tratamentos, com 6 repetições e 16 aves por unidade experimental. As características de desempenho avaliadas foram ganho de peso, peso final, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade e o índice de eficiência produtiva. Avaliou-se também o rendimento de carcaça, bem como rendimento em cortes, coração, fígado e gordura abdominal. Os resultados obtidos demonstram não haver efeito dos tratamentos estudados sobre as características de desempenho e rendimento de carcaça.

Palavras-chave


antibióticos; desempenho; probióticos; promotores de crescimento; rendimento de carcaça

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v29i2.219





ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY