Avaliação dos níveis de proteína da dieta sobre a idade à maturidade sexual e produção de ovos de perdiz (Rhynchotus rufescens Temminek)

Maria Estela Gaglianone Moro, Joji Ariki, Euclides Braga Malheiros

Resumo


Com o objetivo de avaliar a influência de dietas com diferentes níveis de proteína na fase de crescimento sobre a idade à maturidade sexual, utilizou-se sessenta perdizes, Rhynchotus rufescens Temminek (Aves, Tinamidae) tendo como tratamentos cinco programas de alimentação, baseados nas recomendações do NRC (1994) para faisões, variando os teores de proteína bruta, de acordo com a idade da ave. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e quatro repetições, sendo cada parcela constituída por três aves. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância pelo SAS (SAS, 1992) e para comparações entre médias de tratamentos foi utilizado o teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Os resultados mostraram diferença (p < 0,05) entre os tratamentos na idade ao 1º ovo, confirmando a precocidade da maturidade sexual em aves mais pesadas, mas não houve diferença na produção de ovos entre os tratamentos. A idade média à maturidade sexual de 302 dias, sendo próxima à de outras aves que têm este mesmo tipo de exploração, mostra que esta espécie merece mais estudos no sentido de melhorar seus índices reprodutivos.

Palavras-chave


aves silvestres; maturidade sexual; perdizes; produção de ovos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v24i0.2469





ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY