Fontes de amido de diferentes degradabilidades e sua substituição parcial por polpa de citrus em dietas para vacas leiteiras

Carla Maris Bittar Nussio, Flávio Augusto Portela Santos, Alexandre Vaz Pires, José Manoel Correa Simas, Maity Zopollatto

Resumo


Foram utilizadas quatro vacas Holandesas, no terço final de lactação, canuladas no rúmen, com o objetivo de comparar milho moído fino, moído grosso ou floculado, assim como a substituição parcial dessas fontes de amido por polpa de citrus peletizada. O delineamento experimental utilizado foi um Quadrado Latino 5 x 4. As dietas continham silagem de milho como volumoso exclusivo e os tratamentos testados foram: milho moído fino (MF), floculado (F), moído grosso (MG), moído fino + polpa de citrus (MFP) e floculado + polpa de citrus (FP). O tratamento MG resultou em menores produções de leite, gordura e proteína, enquanto que o tratamento MFP resultou em maiores produções de leite corrigido, gordura e proteína. As digestibilidades no trato total da MS, PB, FDN, FDA foram maiores para o tratamento FP, enquanto que o tratamento F teve efeito negativo na digestão de fibra. O pH ruminal foi menor para o tratamento FP. Os teores médios de N-amoniacal e AGV totais ruminais não foram afetados pelos tratamentos. O tratamento F reduziu as concentrações molares de acetato e butirato, enquanto que a inclusão de polpa favoreceu a produção ruminal destes. A glicose plasmática não foi afetada, mas os teores de N-uréico foram superiores no tratamento MFP comparados com MG.

Palavras-chave


digestibilidade; polpa de citrus; processamento de grão; vaca de alta produção

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v24i0.2529





ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY