Substituição do milho por casca de soja: consumo, rendimento e características de carcaça e rendimento da buchada de caprinos - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i1.3606

Guilherme Lyra Amorim, Ângela Maria Vieira Batista, Francisco Fernando Ramos de Carvalho, Adriana Guim, Ana Maria Duarte Cabral, Anidene Christina Alves de Moraes

Resumo


Foram utilizados, em um delineamento inteiramente casualizado, 32 caprinos mestiços de anglo-nubiano, machos castrados, com o objetivo de avaliar os efeitos da substituição do milho por casca de soja nos níveis de 0, 33, 66 e 100%, em dietas baseadas em palma forrageira (Nopalea cochenilifera Salm Dyck) sobre o consumo e rendimento de carcaça. A elevação no nível de casca de soja aumentou linearmente (p < 0,05) o consumo de fibra em detergente neutro e diminuiu o consumo de carboidratos não-fibrosos, entretanto, não influenciou o peso vivo ao abate, peso do corpo vazio, perdas com resfriamento, nem os pesos e rendimentos de carcaça quente, carcaça fria e da buchada. As perdas com jejum apresentaram comportamento quadrático, enquanto o rendimento verdadeiro e de frigorificação aumentaram linearmente. O índice de compacidade da carcaça, os cortes e seus respectivos rendimentos não foram influenciados pelo nível de substituição do milho por casca de soja, com exceção do corte da paleta, que apresentou comportamento quadrático (p < 0,05). A substituição total do milho pela casca de soja resultou em redução de 15,4% do custo com alimentação. A casca de soja pode constituir alternativa na alimentação de caprinos em confinamento, em dietas à base de palma forrageira.

Palavras-chave


carcaça; consumo; corte comercial; fibra; subprodutos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v30i1.3606





ISSN 1806-2636 (impresso) e ISSN 1807-8672 (on-line) e-mail: actaanim@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY