Avaliação do tipo de substrato e do período de armazenamento para a germinação de sementes de Cordia glabrata (Mart.) DC. - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v31i3.1013

Ademir Kleber Morbeck Oliveira, Felipe Fernandes Alves, Juliana Gadum

Resumo


Informações sobre a viabilidade e substratos adequados para a germinação de sementes de espécies arbóreas nativas são escassas. Cordia glabrata (louro-preto), espécie pioneira e de ampla distribuição, está incluída entre essas espécies. Suas características permitem a utilização em ornamentação, na prática apícola e na medicina popular. Levando em conta seu potencial de utilização, este trabalho teve por objetivo avaliar as taxas de germinação, em diferentes substratos, de sementes recém-colhidas e armazenadas até 120 dias em laboratório, as quais foram coletadas no Pantanal do Rio Negro, Estado do Mato Grosso do Sul. Foram realizados testes com sementes recém-colhidas e após 30, 60, 90 e 120 dias de armazenamento, em três tipos de substrato (papel-filtro, solo arenoso e solo arenoso + matéria orgânica). Os resultados revelaram que C. glabrata possui pequena porcentagem de água (1,55%) nas sementes, que decai com o período de armazenamento. Seu período de viabilidade é curto (90 dias) e os melhores resultados foram obtidos com sementes recém-colhidas germinadas em papel-filtro (34%), com índice de velocidade de germinação de 10.

Palavras-chave


sementes florestais; teste de germinação; conservação da semente; viabilidade; louro-preto

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v31i3.1013





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY