Estudo da biologia floral e mecanismos reprodutivos do alfavacão (Ocimum officinalis L.) visando o melhoramento - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v26i3.1598

Obertal da Silva Almeida, Alisson Harley Brito da Silva, Anderson Barbosa Silva, ANderson Brito da Silva, Cláudio Lúcio Fernandes Amaral

Resumo


O Gênero Ocimum, da Família Lamiaceae, compreende plantas ricas em óleos essenciais destinados às industrias para produção de fármacos, perfumes e cosméticos. O conhecimento do sistema reprodutivo é extremamente relevante, pois permite definir estratégias de seleção com base em cruzamentos intra e interpopulacionais. O objetivo deste trabalho foi estudar a biologia floral e os mecanismos reprodutivos do alfavacão com vistas ao melhoramento genético. A atividade floral compreendeu três estádios florais: primeiro, pré-antese, quando ocorreu a polinização; segundo, antese, quando aconteceu a abertura assincrônica de estames e, terceiro, pós-antese, quando houve a fecundação dos óvulos. O processo de antese está intimamente relacionado com as condições climáticas. Os acessos de O. officinalis do Banco de Germoplasma de Plantas Medicinais da UESB, apesar de se reproduzirem, predominantemente, por autofecundação, podem apresentar fecundação cruzada, o que evidencia a ampla versatilidade reprodutiva dessa espécie, acentuando a variabilidade genética, a qual é essencial para sua evolução

Palavras-chave


planta medicinal; reprodução; cruzamentos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v26i3.1598





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY