Pseudocrepidobothrium eirasi, (Rego e de Chambrier, 1995) gen. n., comb. nov. (Cestoda, Proteocephalidea), parasita de um peixe de água doce da América do Sul, e análise cladística comparativa com Crepidobothriu

Amilcar Arandas Rego, Veronica Ivanov

Resumo


Foi revisada a morfologia de Crepidobothrium eirasi Rego and Chambrier, 1995, e feita uma análise cladística das seis espécies de Crepidobothrium Monticelli, 1900 [ viz. C. eirasi, C. gerrardi (Baird, 1860, C. viperis (Beddard, 1913), C. dollfusi Freze, 1965, C. garzoni de Chambrier, 1988 e C.lachesidis (MacCallum, 1921)], utilizando-se 23 caracteres e um grupo externo. Obtiveram-se duas árvores com parcimônia e 0,76 de indice de consistência. Ambas as árvores coincidem na posição de C. eirasi, o que sugere que Crepidobothrium é monofilético apenas quando C. eirasi é excluído do gênero. O novo gênero Pseudocrepidobothrium é proposto para alojar C. eirasi, e assim a monofilia de Crepidobothrium pode ser mantida. Pseudocrepidobothrium eirasi comb. n. é a única espécie parasita de peixe que possui ventosas sulcadas, enquanto todas as espécies de Crepidobothrium são parasitas de répteis da América do Sul

Palavras-chave


Pseudocrepidobothrium gen. n.; cestóide. Proteocefalídeo; análise cladística; região neotropical

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v23i0.2690





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY