Análise da dieta das larvas de 4º estádio de Cricotopus sp. (Diptera: Chironomidae), em diferentes substratos artificiais e fases hídricas, no trecho superior do rio Paraná - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v31i4.3522

Adriana Felix dos Anjos, Alice Michiyo Takeda

Resumo


No Brasil, estudos sobre hábitos alimentares das larvas de Chironomidae ainda são escassos e estas informações são importantes para entender a estrutura trófica e a organização dos ecossistemas aquáticos. Neste estudo, teve-se como objetivo identificar os principais itens alimentares ingeridos por Cricotopus sp. e comparar as possíveis diferenças na dieta das larvas em diferentes substratos artificiais e fases hídricas. Foram utilizados quatro tipos de substratos artificiais: madeira em forma de X (MADX), placas de nitacetal em forma de X (NITX), PVC em forma de tubo (PVCT) e metal galvanizado em forma de tubo (METT), cada um com três réplicas. As coletas foram realizadas quinzenalmente, entre os meses de agosto de 2004 e dezembro de 2005. A dieta de Cricotopus sp. foi constituída por detritos, algas e hifas de fungos. Detrito foi o principal item alimentar, com valores superiores a 50% do total consumido. Os resultados indicaram que Cricotopus sp. é uma espécie coletora e, independentemente do substrato, as larvas alimentam-se dos recursos disponíveis no ambiente. Entretanto, mudanças no regime hidrológico do rio Paraná podem influenciar a disponibilidade de alimento, principalmente algumas diatomaceas como Melosira sp., consumidas em maior quantidade apenas na fase de águas baixas

Palavras-chave


rio Paraná; itens alimentares; regime hídrico; detritos; diatomaceas

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v31i4.3522





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY