Estrutura populacional de Kielmeyera rugosa Choisy (Clusiaceae) no Parque Nacional Serra de Itabaiana, Estado do Sergipe - doi: 10.4025/actascibiolsci.v32i2.5127

Túlio Vinicius Paes Dantas, Adauto Souza Ribeiro

Resumo


Estudos de estrutura de tamanho e de estágios ontogênicos são importantes para se compreender quais fatores influenciam os processos populacionais, a regeneração e a resposta a perturbações de uma população. Este estudo analisou a estrutura de uma população de Kielmeyera rugosa Choisy (Clusiaceae) no hábitat de Areias Brancas do Parque Nacional Serra de Itabaiana, Estado de Sergipe. Amostraram-se aleatoriamente 30 parcelas de 20 x 25 m, nas quais se determinou a abundância de indivíduos jovens e adultos, a circunferência do tronco, a altura da copa e o número de caules por planta. A distribuição espacial de jovens e adultos na população é agregada, causada por sua predisposição em formar grupos em locais onde há maior disponibilidade de recursos e condições favoráveis. Outro fator que contribui com a agregação é a dispersão anemocórica da espécie. A população estudada apresentou o maior número de indivíduos nas categorias menores de altura e de DAS, indicando que a população está em crescimento ou em processo de autorregeneração. Há maior número de indivíduos de 2-3 m de altura, o que se deve ao fogo ou corte, eventos que não foram capazes de interromper o processo de recrutamento ou reprodução da espécie na área, pois não ocorreram lacunas nas classes de diâmetro de caule.

Palavras-chave


areias brancas; distribuição espacial; moitas; regeneração

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v32i2.5127





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY