Efeito do tipo de sedimento na eficiência alimentar, crescimento e sobrevivência de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) - doi: 10.4025/actascibiolsci.v33i4.6134

Daniele Bezerra dos Santos, Cibele Soares Pontes, Fúlvio Aurélio Morais Freire, Ambrósio Paula Bessa Júnior

Resumo


Este estudo avaliou o desempenho zootécnico do camarão marinho Litopenaeus vannamei em diferentes tipos de substratos não consolidados. Juvenis (0,97 ± 0,27 g) foram aclimatados na densidade de 52 m-2, em 21 caixas de polietileno com biofiltros individuais, em um sistema fechado de filtração contínua, sendo submetidos aos tratamentos: 1) A = 25% silte + 25% argila + 25% areia muito fina + 25% areia fina; 2) B = 50% areia fina + 50% areia muito fina e 3) Controle = sem substrato, em um delineamento experimental completamente casualizado, com três tratamentos e sete repetições cada. Os animais foram alimentados com 12% da biomassa/dia com ração peletizada (35% de proteína bruta), ofertada em bandejas e parcelada em duas ofertas diárias (8 e 16h). O estudo teve duração de 48 dias, sendo avaliados: consumo aparente de ração, eficiência alimentar, taxa de crescimento específico, sobrevivência e ganho de peso. Foram acompanhados diariamente salinidade, pH, amônia e temperatura da água. A análise estatística dos dados se deu por meio dos testes Anova ou Kuskal-Wallis, em função da sua parametricidade. Não foram observadas diferenças significativas com relação aos fatores avaliados nas diferentes granulometrias de sedimento testadas, indicando que estas não exerceram influência sobre o desempenho zootécnico de L. vannamei juvenil.

Palavras-chave


Carcinicultura; substrato; etologia aplicada; Litopenaeus vannamei; aquicultura

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascibiolsci.v33i4.6134





ISSN 1679-9283 (impresso) e ISSN 1807-863X (on-line) e-mail: actabiol@uem.br

 

Resultado de imagem para CC BY