Conhecimento da comunidade universitária em relação aos alimentos funcionais - doi: 10.4025/actascihealthsci.v35i1.10134

Izabelli de Castro Baptista, Tânia Maria de Souza Genta, Valéria Alcântara Santos Calderelli, Angélica Aparecida Maurício, Márcia Portilho, Graciette Matioli

Resumo


Alimentos funcionais apresentam componentes fisiologicamente ativos, capazes de promover a saúde, além dos benefícios nutricionais. A uva e seus derivados, por apresentar compostos com alto potencial bioativo, especialmente o resveratrol, foram escolhidos como objeto de pesquisa na avaliação do conhecimento do consumidor em relação aos alimentos funcionais. A população de estudo escolhida foi a comunidade de três instituições universitárias da cidade de Maringá, Estado do Paraná. Foi elaborado um questionário e aplicado a um total de 485 indivíduos. O alimento mais aceito e mais consumido foi o suco de uva (51% de aceitação), seguido do vinho tinto (49% de aceitação). A bebida de soja sabor uva, alimento que apresentou menor popularidade, nunca foi experimentada por 13% da população entrevistada e 40% nunca consomem este alimento. Dos entrevistados, 48% pareceram desconhecer ou não estar certos das alegações de saúde propostas no questionário. Tal desconhecimento refere-se à relação do vinho e compostos fenólicos com efeitos sobre a pressão arterial, osteoporose, diurese e antidepressão. Apesar do interesse e curiosidade quanto aos alimentos funcionais, os jovens entrevistados ainda não têm conhecimento suficiente sobre os benefícios dos alimentos funcionais à saúde humana.

 


Palavras-chave


nutracêuticos; compostos fenólicos; uva; comunidade universitária

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v35i1.10134

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY