Aptidão física relacionada à saúde de escolares de escola pública de tempo integral - doi: 10.4025/actascihealthsci.v32i2.6873

Henrique Andrade Rodrigues da Fonseca, Rodolfo André Dellagrana, Luiz Rodrigo Augustemak de Lima, Edson Itaru Kaminagakura

Resumo


O objetivo do presente estudo é avaliar os níveis de aptidão física relacionada à saúde de crianças de escola pública de tempo integral do município de Ponta Grossa, Estado do Paraná. A amostra constituiu de 104 crianças de 8 a 10 anos de idade, com 47 do sexo masculino e 57 do sexo feminino. A avaliação constituiu da bateria de testes motores PROESP-BR, com ênfase em qualidades físicas relacionadas à saúde como: flexibilidade no teste de sentar e alcançar, aptidão cardiorrespiratória no teste de corrida ou caminhada de nove minutos e resistência muscular localizada através de teste de abdominais. A composição corporal foi mensurada utilizando-se o índice de massa corporal (IMC). A amostra apresentou diferenças entre os sexos nos seguintes testes: flexibilidade, na faixa etária de oito anos; abdominal, nos grupos de oito e nove anos; e no teste de 9 minutos, no grupo de 10 anos. O grupo feminino apresentou maiores características de sobrepeso, quando comparado ao masculino. Não foram verificadas diferenças estatisticamente significativas entre as idades. Os resultados observados não apresentaram níveis satisfatórios de aptidão física relacionada à saúde, revelando um risco aumentado a doenças crônicas não transmissíveis aos escolares.

Palavras-chave


aptidão física; escolares; escola pública; testes motores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v32i2.6873

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY