Formação e fragmentação do Estado Nacional Brasileiro no período imperial: a criação da província do Paraná - DOI: 10.4025/actascihumansoc.v30i1.2977

Herbert Toledo Martins

Resumo


O presente artigo examina o processo de criação da província do Paraná em 1853. O objetivo principal é mostrar o nexo causal entre a demanda autonomista da comarca de Coritiba e o processo de construção do Estado nacional brasileiro. Procura-se verificar historicamente os fatores e condições subjacentes à elevação da comarca em província. A hipótese central do estudo é a de que tais fatores e condições residem no padrão de Estado que se constituiu no Brasil. A base documental da investigação recai sobre os registros dos Anais do Parlamento Brasileiro (1823-1854), além da compilação sistemática de dados primários e informações de arquivos e estudos feitos no período imperial sobre a organização político-administrativa do território nacional. A conclusão principal é que a criação da província do Paraná foi conseqüência do avanço do poder despótico sobre o território brasileiro.

Palavras-chave


Estado nacional; autonomia administrativa; mobilização; fragmentação territorial.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihumansoc.v30i1.2977





ISSN 1983-4675 (impresso) e 1983-4683 (on-line) e-mail: actahuman@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY