A influência da fumicultura na dinâmica da paisagem rural na bacia do arroio Boa Vista – Guamiranga – Paraná - doi: 10.4025/bolgeogr.v31i1.10734

Valdemir Antoneli, Edivaldo Lopes Thomaz, Naldy Emerson Canali

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir as alterações promovidas na paisagem rural através da inserção da fumicultura na bacia hidrográfica do Arroio Boa Vista-Guamiranga –Paraná. Até meados da década de 1980, a bacia estava sob influência do Sistema de Faxinal, o qual tem como característica o uso coletivo das terras para a criação de animais, inviabilizando a atividade agrícola por não haver limites entre as propriedades. As áreas agrícolas ficavam fora da área do Faxinal, havia um predomínio da agricultura de subsistência com a prática da queimada (roça de coivara). No início da década de 1980, o cultivo do tabaco (Nicotiana tabacum) passa a exercer certa pressão naqueles agricultores que possuíam suas propriedades nas áreas de Faxinal, potencializando a desagregação desse Sistema, promovendo uma alteração na paisagem rural. Foram realizadas entrevistas com moradores para avaliar a percepção destes, em relação à mudança ocorrida na bacia, pois a fumicultura, proporcionou um rearranjo na estrutura agrária e no cotidiano dos agricultores. A maioria dos entrevistados, afirmam que a inserção da fumicultura se tornou uma alternativa rentável, apesar dos problemas ambientais e sociais que ela causa. Ao longo do trabalho, verificou-se que a fumicultura contribuiu para que as práticas agrícolas como a agricultura de subsistência fosse deixada de lado


Palavras-chave


Uso do terra; Sistema Faxinal; Fumicultura; Paisagem rural

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v31i1.10734



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br