Padrões da temperatura do ar e da umidade relativa: estudo de caso no campus de Cuiabá da Universidade Federal de Mato Grosso - doi: 10.4025/bolgeogr.v30i3.13114

Elis Dener Lima Alves, Marcelo Sacardi Biudes

Resumo


O uso do solo no meio urbano é o grande responsável pela variação dos elementos do clima, em especial na escala microclimática. Dessa forma, este artigo tem como objetivo analisar os padrões da temperatura do ar e da umidade relativa em 15 pontos no campus de Cuiabá da Universidade Federal de Mato Grosso, em dois períodos (abril e setembro de 2010) às 8h, 14h e 20h. A partir das análises constatou-se que o uso do solo foi determinante nos valores da temperatura do ar e da umidade relativa, sendo que os pontos constituídos de pavimento asfáltico apresentaram as maiores temperaturas e as menores taxas higrométricas, o exemplo mais significativo ocorreu no ponto 7 em abril, e no ponto 15 em setembro. Em síntese, tornou-se evidente o padrão distinto do campo térmico e higrométrico nos pontos, e também nos horários e períodos de coleta, caracterizando uma variação espaço-temporal.


Palavras-chave


Variação; Pontos de coleta; Uso do solo

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v30i3.13114



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br