Chuvas na região Centro-Oeste e no Estado do Tocantins: análise histórica e tendência futura - doi: 10.4025/bolgeogr.v30i1.13418

Francisco Fernando Noronha Marcuzzo, Nayhara de Lima Oliveira, Ricardo de Faria Pinto Filho, Thiago Guimarães Faria

Resumo


Fenômenos meteorológicos são consequências das variações climáticas as quais podem ser observadas durante uma série histórica, a fim de detectar tendências ou alterações nas séries temporais hidrometeorológicas. Com o objetivo de analisar a precipitação pluvial e tendência futura das chuvas na região Centro-Oeste e no Estado do Tocantins, realizou-se um estudo com regressão linear e medidas de tendência central e de dispersão dos índices pluviométricos de chuva. Utilizaram-se 261 estações pluviométricas com 30 anos de dados. Foram usadas as médias mensais e anuais de precipitação das séries históricas de dados pluviométricos obtidos da Rede Hidrometeorológica Nacional, que foram submetidos a uma análise preliminar. Para o tratamento estatístico calculou-se a média, a mediana e desvio padrão temporais da precipitação pluviométrica, necessários para verificar os parâmetros, e observou-se a dispersão da amostra. Observa-se uma tendência de diminuição nos índices pluviométricos médios, entre 1977 e 2006, para a região Centro-Oeste e Estado do Tocantins, na ordem de 6,5%. Apenas os meses de março e abril apresentaram crescimento da precipitação pluviométrica. Ao longo deste artigo, são apresentadas a distribuição temporal, análise de regressão linear e estatística, tendência futura mensal e anual e variação da precipitação da média histórica, para a Região Centro-Oeste e o Estado do Tocantins.


Palavras-chave


Serie temporal; Previsões; Precipitação pluviométrica; Regressão linear; Climatologia; Estatística

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v30i1.13418



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br