Estudos ambientais para cemitérios: indicadores, áreas de influência e impactos ambientais - doi: 10.4025/bolgeogr.v30i1.16348

Isabel Terezinha Leli, Fabiana Cristina Meira Zaparoli, Vanessa Cristina dos Santos, Meyre Oliveira, Fábio Augusto Gomes Vieira Reis

Resumo


Desde o século XVII os cemitérios têm causado preocupações em nível mundial no que se refere a contaminação do  solo e  do lençol freático pela circulação da água pluvial. No Brasil não existe uma legislação específica para a implantação de cemitérios. Os projetos de tais empreendimentos seguem as normas estabelecidas pela Resolução CONAMA n° 335/2003 e 338/2006, que normatizam os procedimentos para implantação e operação de cemitérios no país, com intuito de reduzir os riscos de problemas e contaminação do ambiente. No entanto, para que um empreendimento com esse potencial de contaminação não cause problemas físicos e sociais ao ambiente, é imprescindível que a equipe responsável pelo projeto execução e monitoramento conheça e respeite essas leis, como também, conheça os passivos, causas e os efeitos que o contaminante pode causar. Com base nas normas do CONAMA e a partir de uma revisão bibliográfica sobre os contaminantes e outros problemas relacionados a cemitérios, este trabalho aponta os indicadores e os procedimentos que colaboram na elaboração de EIA/RIMA para esse tipo de empreendimento. As etapas salientadas nesse trabalho discutem a definição de áreas de influência para cemitérios, métodos de avaliação de impactos e principais indicadores ambientais para cemitérios.


Palavras-chave


Cemitérios; Contaminação; Água subterrânea; Necrochorume; Solos

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v30i1.16348



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br