PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO DA CIDADE DE PAU DOS FERROS - RN: ANÁLISE DA TENDÊNCIA DE VALORIZAÇÃO FUNDIÁRIA DO BAIRRO SÃO GERALDO

Antonio Carlos Santos, Larissa da Silva Ferreira Alves

Resumo


O espaço urbano capitalista se constitui como o lócus de sua reprodução, orientada pelos diversos atores sociais, que produzem e consomem o espaço. A produção, podendo ser entendida como a materialização das relações sociais através da aplicação do trabalho, apresenta o processo de organização espacial como sua consequência que, de acordo com o tipo da qualificação do trabalho que se emprega sobre determinada base física, sua valorização tende a aumentar sobremaneira. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo desenvolver análise sobre a produção espacial da cidade de Pau dos Ferros - RN, com destaque às ações e estratégias de seus agentes produtores. Foi eleito o bairro São Geraldo como área de estudo, pelo fato de que esse recorte espacial vem sendo alvo de diversas ações destes agentes, fator que lhe está atribuindo nova funcionalidade no espaço intraurbano, por apresentar crescente valorização fundiária e tendo como consequência a tendência ao espraiame nto da mancha urbana da cidade em direção ao referido bairro. Como forma de evidenciar esse dinâmico processo foram realizadas entrevistas com os diversos atores sociais que atuam na sua organização espacial, como condição de se extrair informações sobre a variação de valores fundiários. Assim, pôde-se vislumbrar que a valorização apresenta uma nova lógica de utilização das terras pelos proprietários fundiários do bairro que, por sua vez, iniciam o processo de incorporação das áreas rurais ao espaço urbano, tendo como elemento fundamental o processo de loteamento de terras, uma forma comum de produção do espaço urbano, orientando o surgimento de um novo vetor de expansão urbana da cidade.


Palavras-chave


Espaço urbano. Valorização fundiária. Expansão urbana. Pau dos Ferros - RN.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v33i2.20349



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br