A QUESTÃO URBANA NA BACIA DO ALTO PARAGUAI: DESENVOLVIMENTO URBANO E SUAS IMPLICAÇÕES NOS CANAIS DE DRENAGEM EM CÁCERES/MT (PERÍODOS DE 1945 A 2013)

Jean da Silva Cruz, Célia Alves de Souza

Resumo


O objetivo deste artigo foi verificar o processo de ordenamento territorial urbano em dois períodos distintos entre 1945 a 1984 e 1984 a 2013 e suas implicações na drenagem urbana em Cáceres/MT. Os procedimentos teórico-metodológicos adotados consistiram preliminarmente de levantamentos bibliográficos referentes a diversos autores que trataram da temática proposta e da compilação de dados secundários de Cáceres (2007 e 2010), que permitiram a construção de importantes indicadores para a discussão em torno do processo de ordenamento urbano como expansão das ocupações físicas urbanas; distribuição populacional por situação de domicílio; processo atual de uso e ocupação. Para analisar as questões atuais do ordenamento territorial foi elaborado mapa de expansão urbana dos anos de 1984, 1999 e 2011, por meio de imagens de satélite das órbitas/ponto: 227-71 e 227-72. Os resultados demonstram que, os períodos de 1945 aos dias atuais, frente ao rápido crescimento urbano e com característica de expansão dispersa, os córregos Olhos d’Água, Sangradouro, Lava-pés, Junco, foram a principal referência onde a cidade passou a estruturar o tecido urbano em seus contornos, contribuindo para suas principais alterações, ocupações das margens e retificação de seu leito.


Palavras-chave


Desenvolvimento urbano. Expansão dispersa. Drenagem urbana.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v34i3.22360



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br