RELAÇÕES SOCIAIS DOS IMIGRANTES POR MEIO DE REDES SOCIAIS

Karla Rosário Brumes

Resumo


Mais do que nunca as migrações estão inseridas em um contexto social no qual as relações entre os indivíduos e suas comunidades determinam o sucesso, a legitimidade e a probabilidade do migrar. Nesse sentido, está convencido de que a análise das migrações deve se utilizar de instrumentais/conceitos como os apresentados nos estudos de redes sociais. Isso porque ao relacionar redes sociais e imigrações, tem-se a oportunidade de observar a vida social e as estratégias de sobrevivência dos imigrantes. Analisar redes sociais, em um contexto de migração, permite a compreensão das várias dimensões das relações sociais dos imigrantes. Tal relação facilita a compreensão da mobilidade populacional, aperfeiçoando-se a visão dos desdobramentos espaciais causados por fenômenos sociais. Assim, o trabalho ora apresentado analisou redes sociais e imigrantes na cidade de Uberlândia-MG. Ao final, pôde-se compreender o migrante e suas interações, bem como compreendê-lo ante ao tipo de identificação e pertencimento aos seus espaços de inserção.


Palavras-chave


Imigração. Integração a novos espaços. Redes sociais.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v34i2.22712



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br