DETERMINAÇÃO DO SALDO DE RADIAÇÃO EM PLANTAÇÃO DE MILHO COM IMAGENS LANDSAT-5 TM

Rafael da Silva Palácios, Magdiel Josias do Prado, Marcelo Sacardi Biudes, Soilce Beatriz de Paula Carrilho, Ivan Tocantins

Resumo


Varias técnicas de sensoriamento remoto têm sido utilizadas em estudos sobre os efeitos das mudanças da cobertura e uso do solo nas radiações à superfície. Nesse sentido, este trabalho objetiva quantificar o Saldo de Radiação (Rn) em uma plantação de milho em uma região de Cerrado utilizando imagens Landsat-5 TM. A área de estudo se encontra no município de Campo Verde – MT. Duas imagens foram selecionadas, sendo uma carta de abril e outra de agosto de 2011. Foram gerados mapas do saldo de radiação instantâneo e diário por meio do algoritmo SEBAL (Surface Energy Balance Algorithms for Land). Os valores obtidos de Rn instantâneo sobre a área de estudo foram 418 W.m-2 e 328 W.m-2, respectivamente para as duas cartas, enquanto que para o Rn diário foram 104 W.m-2 e 98 W.m-2, respectivamente. A diferença dos valores dos Rn instantâneo e diário entre as duas datas foi devido à diferença de estádio da cultura, sendo que a primeira data representa a fase de desenvolvimento e a segunda a de pós-colheita da cultura do milho. Os valores de Albedo e NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) foram condizentes com os valores encontrados em cultivo de milho em outros trabalhos, sendo assim, foi possível afirmar que o valor obtido para o dia 22/04/2011 representa o valor do Rn durante a fase de desenvolvimento do cultivo do milho sobre condições de Cerrado.


Palavras-chave


Sensoriamento remoto. Landsat-5 TM. Saldo de radiação.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v33i1.23134



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br