ANÁLISE AMBIENTAL DOS RIACHOS PAULO LOPES E CUIABÁ, MUNICÍPIO DE PAULO LOPES/SC

Dagoberto Port, Eduardo Mendes Marchito, Fabiane Fisch, Neilson Luiz Ribeiro Modro, Fernando Niemeyer Fiedler

Resumo


Cursos d’água são ecossistemas com valioso papel no ciclo da água e no fluxo contínuo de minerais e nutrientes. Porém, estes ambientes vêm sofrendo intervenções em sua paisagem decorrentes de ações antropogênicas, principalmente por processos de urbanização e atividade agrícola. Em Paulo Lopes/SC, as ações mais evidentes estão relacionadas ao uso inadequado do solo para agricultura e pecuária, retirada indevida da mata ciliar, erosão das margens, alteração da dinâmica hidrológica, retificação dos canais dos riachos, eutrofização dos riachos devido ao escoamento de esgoto doméstico não tratado, fertilizantes utilizados na rizicultura e fezes de animais. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi analisar as condições ambientais dos riachos Paulo Lopes e Cuiabá, pertencentes a bacia hidrográfica do Rio da Madre, no município de Paulo Lopes, região centro-sul do estado de Santa Catarina. Para esta análise foi utilizado um “Protocolo de Avaliação Rápida” considerando os seguintes parâmetros: substrato de fundo; complexidade do habitat submerso; variação de velocidade e profundidade; sinuosidade do canal; flutuações de nível do canal; alterações no canal; estabilidade dos barrancos; proteção vegetal das margens; e estado de conservação da vegetação de entorno. Dos 15 pontos amostrais, sete foram considerados com condição de conservação “Boa”; seis “Regulares”; um “Péssimo”; e um “Ótimo”. Estas informações podem auxiliar na tomada de decisões sobre a gestão dos recursos hídricos do município, melhorando a qualidade ambiental local.


Palavras-chave


Bacia hidrográfica. Qualidade da água. Impactos ambientais. Protocolo de avaliação rápida.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v34i2.25805



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br