A EROSÃO EM ESTRADAS NÃO PAVIMENTADAS NA BACIA DO RIO DO ATALHO EM CRUZ MACHADO – PR

Vanderlei Marinheski

Resumo


O presente artigo teve como objetivo discorrer sobre os processos erosivos em estradas não pavimentadas, na Bacia hidrográfica do Rio do Atalho em Cruz Machado, no Paraná. A bacia tem relevo dissecado, com presença constante de blocos e matacões de rochas ígneas, com uso do solo feito pelo sistema de agricultura familiar de baixo nível tecnológico. Na metodologia foi utilizada pesquisa bibliográfica e trabalho de campo com a averiguação dos pontos impactados. Os resultados apontam que na maioria das estradas está ocorrendo perda acelerada de solo, acúmulo de materiais ao longo das vertentes (mata, pastagem e açudes), assoreamento do rio principal e incisões no relevo que prejudicam ou até mesmo inviabilizam o trafego. Desta forma, evidencia-se que a atual forma de construção e manutenção das estradas na bacia do rio do Atalho, apresenta impactos para o meio ambiente e que merecem atenção, visto que se trata de uma área com singularidades ambientais e agropecuárias análogas na região.


Palavras-chave


Uso do solo. Processos erosivos em estradas. Bacia hidrográfica.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v35i2.28802



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br