AVALIAÇÃO DO CAMPO TÉRMICO URBANO E PROJEÇÕES MICROCLIMÁTICAS: UM ESTUDO DE CASO NO CAMPUS I DA UFPB

Anne Falcão de Freitas, Joel Silva dos Santos, Rita Baltazar de Lima

Resumo


As alterações ocorridas no sistema climático urbano são processos relacionados ao adensamento urbano e às diferentes formas de uso e cobertura do solo. E o seu estudo se reveste de importância fundamental no processo de planejamento e gestão sustentável das cidades. Diante deste contexto que o presente estudo tem como o objetivo principal de avaliar o campo térmico do espaço intra-urbano do Campus I da UFPB e verificar como as diferentes formas de uso e cobertura do solo alteram o campo térmico e realizar projeções de cenários futuros a respeito da dinâmica microclimática da área de estudo. Para isso foram feitas medições da temperatura e umidade relativa do ar durante o inverno e o verão, utilizando termohigrômetro em 9 pontos da área de estudo. Verificado o nível de conforto térmico da população e a relação com o tipo de cobertura de solo de cada ponto analisado foi utilizado o Índice de Thom e os cenários foram feitos com o programa Arc Gis® e os dados do IPCC para projeções dos anos: 2020; 2030, 2040, 2050 e 2060. Os resultados permitiram caracterizar o microclima local atual e futuro e identificar alterações no ambiente provocadas pelo adensamento de construções. As áreas com alta concentração de materiais impermeáveis mostraram nível de desconforto térmico classificado como desconfortável, principalmente no verão, que com o passar dos anos tende a ficar muito desconfortável. Tais resultados podem subsidiar dados para o planejamento do espaço intra-urbano.


Palavras-chave


Temperaturas. Índice de desconforto térmico. Cenários.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v34i3.28901



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br