URBANIZAÇÃO, DISPERSÃO URBANA E ESTRUTURA INTRAURBANA DE CIDADES INTERMEDIÁRIAS DA AMAZÔNIA: O CASO DE ALTAMIRA (PA)

Marco Aurélio Arbage Lobo, Helena Lúcia Zagury Tourinho, Ériko Fabrício Nery da Costa

Resumo


A Amazônia brasileira, mesmo sendo internacionalmente conhecida pela exuberância de seus ecossistemas naturais e por suas populações tradicionais, vem passando por intenso processo de urbanização, que tem como consequência o expressivo crescimento populacional das cidades intermediárias da rede urbana regional, dentre outras. O presente trabalho tem como objetivo principal investigar se esta urbanização, a exemplo de outras cidades do Brasil, está promovendo, ou não, a dispersão urbana num importante centro sub-regional da região amazônica, Altamira, buscando identificar fatores que contribuem para a ocorrência do fenômeno. Também tem o propósito de verificar se, nesse processo, ocorreu alguma transformação significativa na configuração da estrutura intraurbana da cidade. A revisão da literatura constatou que a investigação sobre a dispersão urbana já é significativa em cidades de grande porte, mas ainda é escassa em cidades intermediárias da rede urbana, daí a relevância da contribuição deste trabalho para a literatura sobre o tema. A análise empírica foi baseada na construção de um sistema de informações geográficas (SIG), que integrou informações espaciais com dados estatísticos dos censos demográficos de 2000 e 2010, além de pesquisa de campo. O trabalho conclui que houve intenso processo de dispersão física do espaço urbano em Altamira entre 2000 e 2010, sem modificações importantes na configuração da estrutura intraurbana, e que a ênfase dada aos empreendimentos imobiliários horizontais voltados para famílias de alta renda, como principal causa da dispersão urbana, precisa ser revista no caso das cidades intermediárias. É necessário também dar importância a outros fatores, tais como: a implantação de assentamentos humanos na periferia urbana para classes de rendas baixas e médias-baixas; as novas modalidades de mobilidade urbana que estão sendo utilizadas pelas famílias que residem nesses locais; e, os efeitos da redução da média de pessoas por domicílio.


Palavras-chave


Urbanização. Dispersão urbana. Estrutura intraurbana. Amazônia brasileira.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v35i1.30668



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br