IDENTIFICAÇÃO DE ANOMALIAS DE DRENAGEM NA BACIA DO RIO DO SABÃO (PR) POR MEIO DO ÍNDICE RDE E DO FATOR DE SIMETRIA TOPOGRÁFICA TRANSVERSAL (FSTT)

Idjarrury Gomes Firmino

Resumo


O presente artigo faz uma análise estrutural da bacia do rio do Sabão, PR, por meio do índice de Relação Declividade-Extensão (RDE) e por meio do Fator de Simetria Topográfica Transversal (FSTT), com o objetivo de identificar anomalias de drenagem ao longo de seu percurso e basculamento de sua bacia. Para a aplicação do índice RDE, o segmento fluvial foi dividido em 18 trechos, dos quais foram obtidas 3 anomalias de 2º ordem, sendo ambas de classes moderadas. Para a aplicação do FSTT, a bacia foi estudada em 12 perfis transversais, que mostrou no geral um deslocamento preferencial para a esquerda da bacia com um valor de baixo grau de anomalia. Concluiu-se que o rio possui um forte controle estrutural e nenhuma indicação notável de neotectônica na bacia.

Palavras-chave


Índice RDE. Fator de Simetria Topográfica Transversal (FSTT). Rio do Sabão. Anomalias de Drenagem. Neotectônica.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v33i0.31927



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br