A TERRITORIALIZAÇÃO DO TURISMO RURAL NO MUNICÍPIO DE FRANCISCO BELTRÃO-PR

Luciano Zanetti Pessôa Candiotto

Resumo


Esse artigo apresenta reflexões sobre o processo de territorialização do turismo no espaço rural em Francisco Beltrão, com destaque para os estabelecimentos rurais abertos à visitação e, para a criação do roteiro turístico denominado “Caminhos do Marrecas”. Partindo de uma discussão teórica acerca do processo de territorialização do turismo e, em seguida, do resgate da trajetória de abertura dos estabelecimentos e da configuração do turismo rural de Francisco Beltrão a partir do final da década de 1990, procurou-se apresentar o atual panorama de organização dessa atividade, que vem crescendo no município e no país. A territorialização do turismo rural em Francisco Beltrão se inicia com ações individuais e isoladas por parte dos proprietários de estabelecimentos, seguida pela atuação de uma técnica do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER), que passa a organizar reuniões com esses proprietários, até a instituição do Roteiro de Turismo Rural “Caminhos do Marrecas”.


Palavras-chave


Turismo rural. Francisco Beltrão. Territorialização. Caminhos do Marrecas.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v33i0.31928



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br