UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO PARA MAPEAMENTO DE ÁREAS SUSCEPTÍVEIS À INUNDAÇÕES E ALAGAMENTOS NA CIDADE DE FORMOSA - GOIÁS

Lucas de Sousa Ramalho, Elton Souza Oliveira, Marcos Vinicius Santos Dourado

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo mapear, através de técnicas de geoprocessamento, áreas susceptíveis a inundação e alagamento na bacia do córrego Josefa Gomes na cidade de Formosa-GO. No processo foram utilizadas as seguintes variáveis: tipo de solo, uso e cobertura do solo, declividade e altitude do relevo. A informação de solos se refere ao Zoneamento Ecológico-Econômico da Região Integrada do Distrito Federal e Entorno - Fase I. A informação de uso e cobertura do solo se refere ao mapa de cobertura e uso do solo do estado de Goiás, o qual foi refinado com base em dados do sensor AVNIR-2 a bordo do satélite ALOS e imagens Google Earth. E a informação de declividade e altitude do relevo foram obtidas a partir da vetorização em tela de uma carta altimétrica na escala 1:25.000 referente à área de estudo. As classes de risco a inundação foram definidas em Baixo – baixíssimo risco, Médio – baixo risco, Médio Risco, Alto – médio risco e Altíssimo – alto risco. De forma geral, a bacia apresenta alto-médio risco (66,26%) e altíssimo risco (31,91%) à inundação e alagamentos. As áreas mais susceptíveis aos processos se concentram nas porções mais rebaixadas do relevo até, aproximadamente, 920 metros de altitude. Entre os principais fatores que favorecem o fenômeno da inundação e alagamento pode-se citar: o processo de urbanização da bacia, a impermeabilidade do solo, baixos valores de declividade, deficiência no sistema de drenagem local, presença de lixo e detritos no canal, obstrução das galerias pluviais, aumento do pico de vazão em decorrência da canalização do córrego, entre outros. A metodologia utilizada nesse estudo se mostrou bastante satisfatória uma vez que conseguiu expor as áreas mais susceptíveis possibilitando seu mapeamento, além de constituir uma metodologia de baixo custo na produção da informação.

Palavras-chave


Risco. Cheias Urbanas. Planejamento. Geotecnologias.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v35i2.32057



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br