Conflitos éticos da enfermagem na atenção primária à saúde e estratégias de enfrentamento - doi: 10.4025/cienccuidsaude.v10i2.12849

Ramone Aparecida Przenyczka, Luísa Canestraro Kalinowski, Maria Ribeiro Lacerda, Marilene Loewen Wall

Resumo


Considerando-se que são poucos os estudos sobre conflitos éticos, especialmente os relativos à atenção básica à saúde, torna-se premente estudar os aspectos éticos que fazem parte da prática de profissionais da Enfermagem. Neste contexto, os objetivos deste estudo foram: identificar os conflitos éticos vivenciados por profissionais de Enfermagem numa unidade de saúde com a Estratégia Saúde da Família; e discutir as estratégias de enfrentamento utilizadas. Ele consistiu em uma pesquisa qualitativa que utilizou como referencial metodológico a Pesquisa Convergente-Assistencial (PCA). A pesquisa foi realizada em 2010, com treze profissionais de Enfermagem de uma unidade de saúde de Curitiba - PR, tendo-se coletado dados por meio de entrevistas individuais e audiogravadas. Da análise emergiram duas categorias principais: Violação do sigilo profissional; e Violência contra o idoso. Foram realizadas duas oficinas que destacaram esses temas, esclareceram dúvidas remanescentes e delinearam possíveis estratégias para a resolução dos problemas éticos. A PCA se constituiu numa importante estratégia para a prática de educação em saúde, pois para os profissionais foram esclarecidas questões relativas aos assuntos mais recorrentes, o que leva à recomendação de mais abordagens sobre a ética com os profissionais de saúde por meio desse referencial.

Palavras-chave


Enfermagem; Ética; Ética Profissional; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v10i2.12849



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)

 

Resultado de imagem para CC BY