Processo de trabalho do enfermeiro na central de material e esterilização: Percepção de estudantes de graduação em enfermagem - DOI: 10.4025/cienccuidsaude.v7i4.6674

Samanta Andrine Marschall Taube, Liliana Maria Labronici, Mariluci Alves Maftum, Marineli Joaquim Méier

Resumo


A presente pesquisa é de caráter qualitativo-descritivo e foi desenvolvida em 2005, no curso de graduação em Enfermagem de uma instituição de ensino de Curitiba - Paraná. Objetivou-se identificar a percepção de estudantes de graduação acerca do processo de trabalho do enfermeiro na Central de Material e Esterilização (CME) da instituição. Participaram 19 estudantes matriculados na disciplina Semiotécnica de Enfermagem I, ministrada no quarto período. Os dados foram coletados mediante um instrumento composto de quatro questões abertas. Duas destas foram aplicadas antes e duas após o conteúdo ministrado, e os dados obtidos foram organizados em categorias temáticas. Os resultados revelaram o desconhecimento do processo de trabalho e do papel do enfermeiro nesse setor, enquanto relatos obtidos após a discussão demonstraram que houve apreensão, ampliação e ressignificação do assunto. Sugere-se que os cursos de graduação abordem temas relativos ao processo de trabalho na CME que demonstrem a amplitude do campo de atuação do enfermeiro, para que os estudantes visualizem e valorizem o saber-fazer desse profissional no processo de cuidar em saúde.

Palavras-chave


Trabalho; Enfermagem; Esterilização; Estudantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v7i4.6674



ISSN 1677-3861 (impresso) e ISSN 1984-7513 (on-line)