Nota de esclarecimento.

Quinta-feira, 11/10/2018 ocorreu um problema no sistema de periódicos da UEM. Em virtude disso, foi necessário restaurar um backup de 10/10/2018, quarta-feira 08h00.

Assim, solicitamos aos editores que revejam as atividades deste dia, pois elas foram perdidas e devem ser refeitas. Antecipadamente pedimos desculpas pelos transtornos, mas o problema foi alheio as nossas atividades.

Imagem para capa

Intelectuais, cultura política e ditadura no Brasil

Michel Goulart da Silva

Resumo


Discute-se neste artigo a produção de uma cultura política compartilhada por intelectuais no contexto da ditadura civil-militar, que governou o Brasil entre os anos de 1964 e 1985. Apresenta-se numa primeira parte a relação estabelecida pelos intelectuais com o regime autoritário, principalmente a partir das reflexões realizadas pelo sociólogo Florestan Fernandes durante a ditadura. Numa segunda parte trabalha-se a noção de cultura política conservadora, compartilhada por uma parcela dos intelectuais brasileiros.


Palavras-chave


Intelectuais. Cultura Política. Ditadura

Texto completo:

PDF (baixado




Direitos autorais