Imagem para capa

Inteligência emocional: estudo acerca da atuação do profissional em Secretariado Executivo no ambiente organizacional

Fábio Maurício, Thais Lima

Resumo


A Inteligência Emocional, enquanto teoria voltada à qualidade dos relacionamentos humanos, tem contribuído fortemente, na prática, para flexibilizar comportamentos e atitudes, sinalizando a postura adequada que se deve assumir no ambiente de trabalho. Nesse enfoque, o presente artigo tem como principal objetivo investigar aspectos que permeiam a Inteligência Emocional, de modo a trazê-la como referencial para a atual realidade da profissão de secretariado executivo, nos diferentes papéis que lhe são atribuídos no contexto organizacional, à luz de bibliografia específica sobre a temática. Na análise dos diferentes autores, revela-se a incorporação de novas responsabilidades às atividades exercidas por esse profissional, especificamente no que tange à ocupação de maior espaço junto aos dirigentes das organizações, requerendo, para tanto, que desenvolvam o autocontrole, a motivação, o gerenciamento das emoções para poder trabalhar sob pressão e com a diversidade de opiniões. 


Palavras-chave


Qualidade de vida; Interpessoal; Organizações; Gestão

Texto completo:

PDF