Imagem para capa

Crise no ensino jurídico no Brasil e a perspectiva das Clínicas: estudo de caso no Escritório de Prática Jurídica da Universidade de Fortaleza

Juliana Nogueira Loiola, Mônica Mota Tassigny

Resumo


A crise no ensino jurídico brasileiro e a deficiência dos métodos tradicionais de educação nas faculdades obstam a formação interdisciplinar do discente, pois deste modo impedem a promoção dos aspectos relacionados ao desenvolvimento do raciocínio crítico, argumentativo e jurídico dos estudantes. Nesse sentido, esta pesquisa aborda as metodologias participativas de ensino, especialmente do método das Clínicas de Direito, quando também se fez estudo de caso no EPJ da Unifor com o intuito de averiguar a importância de tal técnica para a educação. Partindo-se dessa premissa, a metodologia da pesquisa pode ser caracterizada como qualitativa, pura, de caráter descritivo e exploratório, e como instrumento de coleta de dados utilizou-se pesquisa bibliográfica, documental e estudo de caso. Por meio da investigação, conclui-se a importância das Clínicas no aprendizado dos alunos e mostra-se seu papel fundamental no desempenho da vida profissional futura dos discentes.

Palavras-chave: Métodos participativos de ensino. Clínica de Direito. Ensino superior. EPJ-UNIFOR.  


Palavras-chave


Métodos participativos de ensino; Clínica de Direito; Ensino superior; EPJ-UNIFOR.

Texto completo:

PDF