A busca espiritual de viajantes à Índia: filosofia e prática de um estilo de vida

Cecilia dos Guimarães Bastos

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a espiritualidade entendida como projeto. Ao pesquisar um tipo de peregrino que viaja à Índia, verifiquei, através da observação participante, que sua principal motivação envolve a busca de si, cuja vivência molda a construção de sua trajetória. Os informantes relacionam o religioso ao institucional e o espiritual as mais profundas motivações da vida. Muitos estudam a filosofia Vedanta, um conhecimento incorporado que influencia a maneira como constroem suas visões de mundo e lhes oferece uma base do que é entendido como ser espiritualizado, sem ter que ser (convencionalmente) religioso. Também realizam práticas, como ioga ou meditação, que proporcionam maior objetividade, comando sobre a mente e autocrítica. Analisei suas vivências segundo a noção de projeto, uma tentativa consciente de dar sentido à experiência e que é elaborada com base na memória como visão retrospectiva e organizada de uma trajetória e biografia.


Palavras-chave


Espiritualidade; Índia; Projeto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/rbhranpuh.v9i27.32456

Apontamentos

  • Não há apontamentos.