O Caboclo Eduardo e a Festa do 7 de Janeiro em Itaparica, Bahia

Milton Moura

Resumo


Busca-se reconstituir o perfil histórico do Caboclo Eduardo, fundador do grupo Os Guaranis, que desde 1939 vem participando da Festa de Independência de Itaparica, na Baía de Todos os Santos, aí desempenhando um papel singular. Não havendo fontes escritas disponíveis sobre sua figura, o artigo se desenvolve cotejando os relatos sobre as apresentações de Os Guaranis em diversos momentos e os testemunhos que os idosos aportam sobre seu papel relevante na formação do grupo e na configuração do auto que se tornou, nestes quase oitenta anos, um dos elementos centrais da comemoração da independência em Itaparica. A reflexão toma como uma chave metodológica a pergunta pela diferença que fez e vem fazendo a criação do Caboclo Eduardo no universo das festividades e da cultura locais, contextualizando este processo no universo das comemorações da independência na Bahia.

Palavras-chave


Caboclo, Mestiço, Baía de Todos os Santos, Itaparica, Cultura Popular

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/rbhranpuh.v9i27.32527

Apontamentos

  • Não há apontamentos.