Comparação do nível de motivação de atletas de futebol com alto e baixo tempo jogado nas partidas oficiais da categoria sub-20

Maurício José Souza Filho, Maicon Rodrigues Albuquerque, Israel Teoldo Costa, Leandro Fernandes Malloy-Diniz, Varley Teoldo Costa

Resumo


A motivação do atleta é considerada um dos elementos mais importantes para obter sucesso na carreira esportiva. O objetivo deste estudo foi comparar o nível de motivação de atletas de futebol com alto tempo jogado (ATJ) e baixo tempo jogado (BTJ) em uma competição. Foram avaliados 112 atletas federados (18,58±1,06 anos de idade) participantes do Campeonato Mineiro de futebol sub-20 (2015). Foi utilizada a Escala de Motivação no Esporte (SMS). O tempo jogado (TJ) pelos atletas na fase classificatória do campeonato foi registrado por meio da análise das 48 súmulas oficiais. Os atletas foram agrupados de acordo com o TJ, sendo BTJ ≤25% (≤184 minutos) e ATJ ≥75% (≥513 minutos). Foram utilizados os testes t de student independente, “U de Mann Whitney e Friedman (p<0,05). O teste pareado de Wilcoxon foi utilizado com correção de Bonferroni (p<0,0023). Os resultados evidenciaram que os atletas com ATJ apresentaram maiores índices de autodeterminação e maiores níveis de motivação intrínseca, em comparação aos atletas com BTJ (p<0,05), bem como atletas com BTJ se mostraram mais desmotivados nesta competição (p<0,05). Não houve diferença significativa na comparação entre grupos nas dimensões de motivação extrínseca. Conclui-se que os atletas com ATJ em partidas oficiais apresentam maiores índices de autodeterminação e maiores níveis de motivação intrínseca. Por outro lado, atletas com BTJ em partidas oficiais apresentam uma desmotivação maior quando comparados com os atletas com ATJ. Em relação à motivação extrínseca, o TJ não alterou a percepção dos atletas deste estudo.

Palavras-chave


Motivação. Futebol. Atletas.

Texto completo:

PDF PDF (English) (baixado

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 0103-3948 (impresso) e ISSN 2448-2455 (on-line) e-mail: revdef@uem.br