EXERCÍCIO FÍSICO E REGULAÇÃO DO LACTATO: PAPEL DOS TRANSPORTADORES DE MONOCARBOXILATO (PROTEÍNAS MCT) - DOI: 10.4025/reveducfis.v19i3.6007

Anelena Bueno Frollini, Rodrigo Dias, Jonato Prestes, Ronaldo Júlio Baganha, Denise Martins Paneto Cereja, Leandro Paschoali Rodrigues Gomes, Cláudia Regina Cavaglieri

Resumo


Estudos mostram a existência de 14 isoformas de tranportadores de monocarboxilatos (MCTs), proteínas de membana que transportam lactato e H+. Embora muitos desses transportadores ainda não possuam uma função determinada, outros já estão bem descritos. Assim, o objetivo desta revisão foi esclarecer os efeitos do exercício no transporte e regulação do lactato por meio dos MCTs. Os MCT1 e MCT4 são encontrados no músculo, sugerindo, assim, funções distintas no mesmo tecido, devido a diferenças de transporte do lactato, motivo pelo qual podem responder de formas distintas a alterações nas intensidades de exercício. Ademais, é sabido que o treinamento de endurance pode aumentar a concentração de MCT1 muscular, ao passo que o treinamento intervalado intenso pode induzir a aumentos tanto no MCT1 como no MCT4. Tais alterações nos MCTs contribuem para o controle do pH e melhora da capacidade oxidativa.

Palavras-chave


Tranportadores de monocarboxilatos; Lactato; Performance

Texto completo:

PDF (baixado

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 0103-3948 (impresso) e ISSN 2448-2455 (on-line) e-mail: revdef@uem.br

Resultado de imagem para CC BY